004 LATERAL MARIA ROSA MODAS001 LATERAL FORNETTO PIZZARIA
006 LATERAL MOVEIS OESTE009 LATERAL ALIMENTOS MANDELA
013 LATERAL GRANDE TIAGO PAULIQUE014 LATERAL FACULDADE
018 LATERAL GRANDE NOVA ALFA 01-08-2019019 LATERAL SPEED JET 15-06-2019
022 LATERAL FAMA ESPORTE023 LATERAL PEQUENO MILAN CURSOS
026 LATERAL ESCRITORIO031 LATERAL CIRURGIÃ DENTISTA VANESSA STOCCO
A+ A-
Imprimir matéria

12/11/2019 [09h17]

Celebridades digitais, filhos pequenos de famosos faturam até R$ 300 mil

Celebridades digitais, filhos pequenos de famosos faturam até R$ 300 mil

Resultado de um aguardado e bem-sucedido processo independente de fertilização in vitro, Enrico Bacchi já existia no mundo virtual antes mesmo de ter uma certidão de nascimento. Empolgados com a gestação, fã-clubes da futura mamãe, a modelo Karina Bacchi, fizeram perfis em redes sociais em homenagem ao futuro bebê.


Os primeiros passos do garoto seriam tão compartilhados quanto a gravidez de Karina. Para ter controle da situação e se tornar ela própria a responsável por divulgar conteúdo sobre a criança, a modelo criou a arroba oficial do filho no mesmo dia em que deu à luz.


Hoje com 2 anos e 3 meses de pura fofura, Enrico soma 2,5 milhões de seguidores no Instagram (o público cresce ao ritmo de 3 100 novos fãs por dia). “Ele é a maior realização da minha vida, e as pessoas o receberam com muito carinho”, diz a mãe. “Eu me senti na obrigação de retribuir essa chuva de amor.”


O DNA da mamãe transmitiu a ele os olhos azuis e uma boa parte do público que já a acompanha pelas redes sociais (Karina tem quase 7 milhões de seguidores no Instagram). Com tanta gente interessada na rotina do menino, logo a exposição virou um negócio.


O bebê é atualmente um grande anunciante de roupas infantis. Um pacote de posts patrocinados com o garoto custa a partir de R$ 30.000 reais. “Todo trabalho respeita o tempo e a vontade dele”, garante Karina.


“Por esses dias, o Enrico acordou às 4 e meia da manhã e pediu para fazer foto, uma das atividades que mais ama.” Quando a agenda exige a presença do menino em um evento, como o lançamento de uma nova coleção, ele aparece apenas no fim para posar para as fotos. Nos ensaios feitos em estúdio, Enrico é o primeiro a ser clicado para ser liberado mais cedo. Karina, é claro, derrete-se com o resultado das imagens: “Ele não é lindo?”.


A corujice dos pais por seus rebentos ganhou uma escala inédita na era digital. O fenômeno deu origem a um termo próprio: “sharenting”, a soma de share (compartilhar) e parenting (criação).


Segundo uma pesquisa da empresa europeia de segurança digital AVG, três de cada quatro crianças com menos de 2 anos têm sua imagem publicada na internet.


A idade do filho interfere no ímpeto pela busca por curtidas, como mostra uma pesquisa com 1.300 pais americanos feita pelo aplicativo Local Babysitter. Os pais de filhos com menos de 6 anos postam 2,1 imagens por semana; dos 7 aos 13 anos, detecta-se uma queda na corujice: 1,9 conteúdo por semana; quando o filho completa 14 anos, a postagem se reduz a 0,8.


Fonte: Veja Celebridades

Comentários

Outras matérias da Coluna SOCIAL

002 LATERAL FARMÁCIA LÍDER MAIS005 LATERAL MOVEIS OESTE
012 LATERAL GRÁFICA MS011 LATERAL GRÁFICA MS 01-10-2019 A 01-01-2020
015 NOSSO CHOPP016 LATERAL GRANDE 100% MOTOS
020 LATERAL MILAN TINTAS 01-08-19A01-08-2020021 LATERAL FAMA ESPORTE
024 LATERAL PEQUENO MILAN CURSOS025 LATERAL ESCRITORIO
031 LATERAL WARLEY RELOGIOS

Próximas datas comemorativas

08/12 - Dia da Família

08/12 - Dia da Família

MoreiraNet.com

(44) 99957-1789 Gil Riguette

gil_riguette@hotmail.com 

 



[LOGO] MoreiraNet.com
MoreiraNet.com © 2012 | Todos os Direitos Reservados