003 LATERAL BIO ERVAS004 LATERAL MARIA ROSA MODAS
005 LATERAL BRUQUE BARBEARIA006 LATERAL BRUQUE BARBEARIA
009 LATERAL ALIMENTOS MANDELA010 LATERAL ALIMENTOS MANDELA
013 LATERAL CIDINHU'S BRINQUEDOS014 LATERAL SP COMBUSTIVEÍS
017 LATERAL AD TINTAS 09-04-2019 A 10-04018 LATERAL GRANDE GRANA SOM
021 LATERAL FAMA ESPORTE022 LATERAL FAMA ESPORTE
027 LATERAL LAGO AZUL028 LATERAL LAGO AZUL
029 LATERAL GRANDE EXPO GOIO 2019030 LATERAL GRANDE PREFEITURA DENGUE
A+ A-
Imprimir matéria

22/04/2019 [07h30]

Análise: agora campeão, Corinthians ganha confiança e trata título com a medida certa

Reações após conquista sobre o São Paulo mostram um time com pés no chão – o que é bom para a sequência do ano, a começar por decisão de quarta-feira na Copa do Brasil
Análise: agora campeão, Corinthians ganha confiança e trata título com a medida certa

É evidente que todo título tem de ser comemorado, ainda mais quando se faz história como o Corinthians fez neste domingo, ao conquistar o tricampeonato do Paulistão e repetir um feito de 80 anos atrás, quando o Timão venceu três estaduais seguidos pela última vez.

Mais até do que o desempenho na vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, neste domingo, em Itaquera, há de se ressaltar (e elogiar) o discurso do técnico Fábio Carille minutos depois da conquista do Corinthians.

  • "(Dos três títulos) Acho que foi o que a gente menos merecia".
  • "Em 2017, jogamos muito, em 2018 mais ou menos, esse ano pouco".
  • "Espero que esse título ganhe uma casca maior para jogar melhor e convencer também".
  • As três frases mostram um Carille consciente de que é preciso manter os pés no chão e entender que o Corinthians oscilou mais do que se esperava no estadual. O título, então, é tratado na medida certa: uma conquista que deve ser valorizada, mas não servir de muleta para o desempenho da equipe.

    Ainda estamos, afinal, em abril. O Corinthians tem Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Brasileirão pela frente e não quer ter o mesmo destino de 2018, quando venceu o Paulistão na casa do rival Palmeiras, achou que estava num estágio ideal, mas perdeu fôlego (e jogadores) ao longo da temporada, terminando o ano de maneira melancólica.

  • O Corinthians de 2019 ganhou a casca citada por Carille ao repetir o padrão das últimas temporadas e se sair bem nos jogos grandes. Nessas partidas, o técnico também ganhou jogadores que vinham oscilando ou estavam em baixa – Danilo Avelar, Manoel, e mais recentemente Ramiro.

    O Paulistão, portanto, é o meio, e não o fim. O Corinthians tem consciência de que precisa melhorar (muito) se quiser conquistar mais do que o estadual.

    A começar pelo jogo desta quarta-feira, contra a Chapecoense, em Itaquera, quando o time vai precisar inverter uma vantagem de 1 a 0 conquistada pelo rival no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil.

    O jogo

    Dentro de casa, o Corinthians foi outro (ou ao menos tentou ser por boa parte do jogo). Propondo mais, buscando triangulações e chutes a gol.

    Pela direita, Fagner, Ramiro e Pedrinho fizeram bom tripé, aproveitando as falhas de marcação de Reinaldo e criando por ali as principais chances – por baixo, um chute de Fagner, invadindo a área, representou bem esse estilo. Tiago Volpi fez ótima defesa.

    O gol saiu do ponto forte dessa equipe: a bola parada. Inteligente, Ralf se antecipou a Antony, bem mais baixo, e jogou a bola na pequena área, onde Danilo Avelar esperava para abrir o placar.

  • Defensivamente, o Corinthians fechou bem o meio, assim como no primeiro jogo, e levou o gol num momento em que estava mais relaxado, nos segundos finais do primeiro tempo, e pagou caro pela displicência de Ralf – um passe mal dado encontrou o pé esquerdo de Antony, que finalizou sem chances para Cássio.

    No segundo tempo, o Corinthians oscilou, mas Carille mostrou mentalidade diferente das últimas partidas ao lançar Vagner Love no lugar de Pedrinho (vinha bem, porém se desgastou) e mostrar que queria vencer no tempo normal, sem depender de novos milagres de Cássio.

    A recompensa demorou, mas chegou aos 43: uma jogada trabalhada que começou com Boselli, passou por lindo lançamento de Sornoza e terminou com finalização de primeira e golaço de Love. Um gol idêntico ao do Corinthians de Tite, em 2015, contra o mesmo São Paulo – passe de Jadson, golaço de Elias.

  • Ainda são lampejos, sinais, mas o Corinthians mostra que pode aliar competitividade e bom futebol. Um título, claro, facilita o caminho.

Fonte: globoesporte.com / Por: Diego Ribeiro — São Paulo / Foto: Marcos Ribolli

Comentários

Outras matérias da Coluna Giro no Esporte

001 LATERAL FORNETTO PIZZARIA002 LATERAL FARMÁCIA LÍDER MAIS
008 LATERAL MOVEIS OESTE007 MOVEIS OESTE 001 LATERAL PEQUENO
012 LATERAL LOJA NEW OLD 08-02-2019011 LATERAL LOJA NEW OLD 08-02-2019
015 NOSSO CHOPP016 LATERAL GRANDE 100% MOTOS
019 LATERAL SPEED JET 15-06-2019020 LATERAL MARCENARIA PAULIQUI
023 LATERAL ANUNCIE AQUI PEQUENO024 LATERAL ANUNCIE AQUI PEQUENO
025 LATERAL ESCRITORIO026 LATERAL ESCRITORIO
031 LATERAL CIRURGIÃ DENTISTA VANESSA STOCCO031 LATERAL WARLEY RELOGIOS

Próximas datas comemorativas

19/07 - Dia da Caridade

20/07 - Dia do Amigo e Internacional da Amizade

MoreiraNet.com

Avenida João Adamo, 912, centro - Moreira Sales - Paraná

CEP: 87.370-000

 

Contatos:

Telefone (fixo): (44) 3838-8080

Telefone (celular): (44) 9 9971-7471 - Badô

Telefone (celular): (44) 9 9901-2910 - Lorena


E-mail: eaduartecontato@hotmail.com  

 

Redes Sociais

Facebook:

www.facebook.com/moreiranet

You Tube: 

www.youtube.com/moreiranet

Instagran:

www.instagran.com/moreiranet6

WhatshApp:

Grupos 01, 02, 03, 04 e 05. 

                                                                    

 Direção Geral: 

E.A. DUARTE PRODUÇÕES - ME

https://www.facebook.com/eaduarteproducoes/ [LOGO] MoreiraNet.com
MoreiraNet.com © 2018-2019 / Todos os Direitos Reservados / E.A. Duarte Produções-ME / Moreira Sales - Paraná