003 LATERAL BIO ERVAS004 LATERAL MARIA ROSA MODAS
005 LATERAL BRUQUE BARBEARIA006 LATERAL BRUQUE BARBEARIA
009 LATERAL ALIMENTOS MANDELA010 LATERAL ALIMENTOS MANDELA
013 LATERAL CIDINHU'S BRINQUEDOS014 LATERAL SP COMBUSTIVEÍS
017 LATERAL AD TINTAS 09-04-2019 A 10-04018 LATERAL ANUNCIE AQUI GRANDE
021 LATERAL ANUNCIE AQUI022 LATERAL ANUNCIE AQUI
027 LATERAL LAGO AZUL028 LATERAL LAGO AZUL
029 LATERAL 100% MOTOS030 LATERAL LAVA RÁPIDO ANDRÉ 28-03-2019
A+ A-
Imprimir matéria

07/01/2019 [07h29]

Bolsonaro dá posse nesta segunda a presidentes de bancos públicos

Presidente quer que eles ajudem a reforçar os cofres do governo, vendendo empresas controladas pelos bancos. Economistas defendem que Executivo defina programa econômico.
Bolsonaro dá posse nesta segunda a presidentes de bancos públicos

O presidente da República, Jair Bolsonaro, dará posse nesta segunda-feira (7) aos presidentes dos maiores bancos públicos do país: Caixa Econômica, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Bolsonaro quer que eles ajudem a reforçar os cofres do governo, vendendo empresas controladas pelos bancos.

O futuro presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que pretende vender na Bolsa de Valores ações de pelo menos duas subsidiárias, como a Caixa Seguridade, ainda neste ano.

“A Caixa vai focar nos clientes de menor renda, na parte imobiliária que é exatamente sua grande vantagem comparativa”, afirmou.

No Banco do Brasil, quem assumirá o comando da instituição será o economista Rubem Novaes.

presidência do BNDES ficará com Joaquim Levy, ministro da Fazenda no governo Dilma Rousseff e atualmente ocupando cargo de diretor do Banco Mundial, em Washington.

Reunião ministerial

Na terça-feira (8), Bolsonaro vai fazer a segunda reunião ministerial. A expectativa é de que os ministros devem apresentar o resultado de uma avaliação sobre normas burocráticas que podem ser revogadas para dar mais eficiência ao governo.

A grande expectativa é em relação ao anúncio de medidas para a Previdência. A equipe econômica vai apresentar a proposta final de reforma ao presidente Bolsonaro ainda nesta semana.

Analistas dizem que, depois dos desmentidos da última sexta-feira (4), o governo não pode demorar muito para apresentar medidas concretas para a economia, principalmente em relação à reforma da Previdência, que é a questão mais importante para começar a colocar em dia as contas públicas do país.

Na avaliação do economista Alexandre Schwartsman, ex-diretor do Banco Central, o governo precisa definir o que pretende para a área.

“Pode ser o do [Michel] Temer. Pode ser outro projeto. Pode ser uma coisa completamente diferente, mas precisa ter uma coisa que é colocada para sociedade, para sociedade entender”, disse.

Segundo ele, é preciso “colocar as cartas na mesa” e deixar claro qual é o programa econômico para os próximos quatro anos. “Na questão previdenciária, na questão de privatização: vai ter Petrobras, não vai ter Petrobras. Vai ser Eletrobrás, não vai ser Eletrobrás. Vai ser parcial, vai ser total”, ponderou.

O ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega avalia que o ministro da Economia, Paulo Guedes, já mostrou que sabe quais são os desafios do país e que o governo deve aproveitar essa fase de “lua de mel”, quando tem forte apoio popular, para aprovar as mudanças nas regras da aposentadoria e frear o crescimento da dívida pública, que já representa quase 80% de tudo o que o país produz.

“Pode ser até que a reforma da Previdência passe sem essa coalizão partidária. Porque, tradicionalmente, o presidente do Brasil tem um período de lua de mel. Nesse período de lua de mel, o Congresso tende a ser mais receptivo a medidas ousadas e o presidente pode usar a legitimidade que ele obteve nas urnas, o apoio popular, a sua popularidade, a expectativa da sociedade com seu governo, para obter aprovação da reforma da Previdência”, afirmou.

Ele pondera, no entanto, que a reforma “não é tudo”. “A volta do crescimento do país pressupõe a recuperação da produtividade que está estagnada há mais de 20 anos e isso pressupõe uma reforma tributária profunda”, avaliou.

Ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco considera que a proposta de reforma deve ser apresentada em fevereiro, quando os novos deputados e senadores tomam posse.

“O modo de apresentar a reforma da Previdência vai ser decisivo para a sua aceitação, seja no Congresso, seja aos olhos da opinião pública”, avalia.

Para ele, trata-se de uma questão de organizar e apresentar ao Congresso “com um embrulho que ajude a opinião pública" a perceber que isso é para o bem do país. “Como muitas reformas que nós fizemos no passado, até mesmo em combate a inflação”, afirma.

Fonte: G1.Globo.com / Por: TV Globo / Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

Comentários

Outras matérias da Coluna Política em destaque

001 LATERAL FORNETTO PIZZARIA002 LATERAL FARMÁCIA LÍDER MAIS
008 LATERAL CASA DAS EMBALAGENS007 LATERAL CASA DAS EMBALAGENS
012 LATERAL LOJA NEW OLD 08-02-2019011 LATERAL LOJA NEW OLD 08-02-2019
015 NOSSO CHOPP016 LATERAL GRANA SOM
019 LATERAL ANUNCIE GRANDE020 LATERAL MARCENARIA PAULIQUI
023 LATERAL MANU'S BEER024 LATERAL MANU'S BEER
025 LATERAL ESCRITORIO026 LATERAL ESCRITORIO
031 LATERAL CIRURGIÃ DENTISTA VANESSA STOCCO031 LATERAL WARLEY RELOGIOS

Próximas datas comemorativas

19/05 - Dia dos Acadêmicos do Direito

20/05 - Ascensão do Senhor

MoreiraNet.com

Avenida João Adamo, 912, centro - Moreira Sales - Paraná

CEP: 87.370-000

 

Contatos:

Telefone (fixo): (44) 3838-8080

Telefone (celular): (44) 9 9971-7471 - Badô

Telefone (celular): (44) 9 9817-7692 - Anderson

E-mail: eaduartecontato@hotmail.com  

 

Redes Sociais

Facebook:

www.facebook.com/moreiranet

Twiter: 

www.twitter.com/moreiranet

You Tube: 

www.youtube.com/moreiranet

WhatshApp:

https://chat.whatsapp.com/6A50o4vCTMr5YsXUPGlTEt

Grupos 01, 02, 03 e 04 

                                                                    

 Direção Geral: 

E.A. DUARTE PRODUÇÕES - ME

https://www.facebook.com/eaduarteproducoes/ [LOGO] MoreiraNet.com
MoreiraNet.com © 2018-2019 / Todos os Direitos Reservados / E.A. Duarte Produções-ME / Moreira Sales - Paraná