SICREDI LATERAL 001SICREDI LATERAL 002
AMELINHA LATERAL 005AMELINHA LATERAL 006
FONETTO PIZZARIA LATERAL 009FORNETTO PIZZARIA LATERAL 010
SP COMBUSTIVEL LATERAL 013SP COMBUSTIVEL LATERAL 014
PANORAMAFM LATERAL 025PANORAMAFM LATERAL 026
LAVA CAR AVENIDA LATERAL 029LAVA CAR AVENIDA LATERAL 030
CAMPANO LATERAL 01CAMPANO LATERAL 02
LAGO AZUL LATERAL 001 / 22-03-2018LAGO AZUL LATERAL 002 - 22-03-2018
GOIOSAT LATERAL 001GOIOSAT LATERAL 002
A+ A-
Imprimir matéria

16/02/2018 [09h38]

Reunião em Brasília acertará detalhes da intervenção federal no Rio

Encontro previsto para 9h desta sexta-feira reunirá o Comando das Forças Armadas
Reunião em Brasília acertará detalhes da intervenção federal no Rio RIO - Os detalhes do decreto da intervenção federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro deverão ser acertados em uma reuniãono Comando das Forças Armadas, às 9h, em Brasília, segundo o "Bom Dia Brasil", da TV Globo.
 O presidente Michel Temer atendeu a um apelo do governador Luís Fernando Pezão. A decisão, tomada na madrugada desta sexta-feira, dará poderes totais para o general Braga Neto, chefe do Comando Militar do Leste, que comandará todas as instâncias policiais do estado.
 O decreto, que deve ter validade até o dia 31 de dezembro, deve ser assinado às 13h.
Pelo artigo 60 da Constituição, enquanto vigorar o decreto de intervenção, sem data para terminar, o Congresso Nacional não pode aprovar qualquer mudança na Constituição, o que significa a suspensão da articulação para votação da reforma da Previdência.
 O presidente do Congresso, Eunício Oliveira, deverá convocar uma sessão do Congresso no prazo previsto para votar o decreto de intervenção.
Passava das 22 horas quando Michel Temer ligou para Eunício pedindo que fosse ao Jaburu, e já avisando que tinha “um assunto muito grave para resolver”. 
O assunto grave era a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro.

Quando Eunício chegou já encontrou quase todo o ministério reunido. Estavam lá , além do governador Pezão, o ministro da Defesa, Raul Jungman; o ministro da Justiça Torquato Jardim, o ministro da Secretaria Geral de Governo Moreira Franco, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, o ministro do Planejamento Dyogo Oliveira, e o general chefe do GSI, Sérgio Etchegoyen. A decisão fora tomada a tarde , no Rio, em uma reunião de Jungman, Moreira, e Pezão, sem a presença do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que só chegou a reunião no Jaburu mais tarde.

Muito nervoso e irritado, segundo os presentes, Maia disse que não ia se meter porque já era uma decisão tomada sem que fosse consultado. 

Disse que era contra a intervenção, reclamou muito de ter sido omitido na reunião da tarde no Rio e que discordava.

 Além de Pezão, coube a Jungman acalmar e convencer Rodrigo Maia, que afinal acabou concordando.



Fonte: O Globo / Por:O Globo /Foto:domingos peixoto

Comentários

Outras matérias da Coluna Política em destaque

warley lateral 001warley lateral 002
PADARIA LATERAL 007PADARIA LATERAL 008
FARMÁCIA LÍDER MAIS LATERAL 011FARMÁCIA LÍDER MAIS LATERAL 012
OLVEL LATERAL 023OLVEL LATERAL 024
BIO ERVAS LATERAL 027BIO ERVAS LATERAL 028
Linguiçaria 001 lateralLinguiçaria 002 lateral
GRÁFICA MS LATERAL 01GRÁFICA MS 02 LATERAL
GRANA EVENTOS LATERAL 001GRANA EVENTOS LATERAL 002
ESCRITORIO LATERAL 001ESCRITORIO LATERAL 002

Próximas datas comemorativas

24/06 - Dia de São João Batista

25/06 - Dia do Imigrante

Contato 

(44) 9 9971-7471 (TIM)
E-mail:
eaduartecontato@hotmail.com 
Facebook:
www.facebook.com/moreirananet
Twiter: 
www.twitter.com/moreiranet
Canal do You Tube: 

www.youtube.com/moreiranet

                                                                    

                                                                                             Direção Geral: E.A. DUARTE PRODUÇÕES - ME

[LOGO] MoreiraNet.com
Moreiranet.com © 2010-2017 / Todos os Direitos Reservados - E.A. DUARTE PRODUÇÕES - ME / Média diária de acessos 3.432 usuários